terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Dany Grace se despede do Programa "Noite com Adoradores"


A cantora e apresentadora Dany Grace esteve a frente do programa “Noite com Adoradores” nos últimos 4 anos, e hoje vivendo um novo tempo em seu ministério, se desliga da RIT TV para se dedicar ao seu mais novo projeto, o novo CD “Filhos do Amor” breve em todas as lojas do Brasil.

Com um coração grato por tudo que viveu e aprendeu, a apresentadora fez sua despedida no programa que vai ao ar no próximo domingo (01), onde agradece o tempo precioso que passou na emissora e a oportunidade vivida à frente do programa, onde plantou e colheu frutos, que estão diante de Jesus.

O Noite com Adoradores, por onde passa grandes nomes da música gospel, continua no ar, apenas Dany se despede para realizar o que Deus tem colocado em seu coração, crendo que essa nova direção, dada por Deus, a fará viver um novo tempo.

“Com lágrimas nos olhos, mas com alegria no coração por tudo que Deus realizou comigo e através de mim, nesses 4 anos de Noite com Adoradores me despeço, e agradeço a RIT TV e ao Missionário RR Soares por terem acreditado em mim e no meu trabalho” declarou Dany Grace.

Vitrine Gospel
Fonte: Ana Lopes

Assessoria de Imprensa Dany Grace

Marcelo Aguiar prepara novo disco




Aconteceu na última semana a finalização da pré-produção do novo CD do cantor Marcelo Aguiar. A produção deste novo álbum está sendo feita pelo cantor Thalles Roberto.

Marcelo esteve na cidade de Passos – Minas Gerais, onde finalizou a escolha do repertório e a pré-produção de todo o disco. Serão músicas inéditas e uma regravação. Tudo no melhor estilo sertanejo universitário, louvor e adoração, que são marcas registradas do cantor, além de algumas surpresas.  Uma das canções que farão parte do projeto é “A Volta do Filho”, que foi divulgada no final do ano passado. Assista o clipe: https://www.youtube.com/watch?v=av02BoI5u5Y .

Neste ano, Marcelo Aguiar completa 15 anos de ministério e esse CD representa uma nova fase em sua vida. “O que tenho vivido não tem explicação a não ser a benção de Deus, a Graça e a Restituição do Senhor. É um novo tempo e sei que muitas vidas serão tocadas, libertas e abençoadas através deste novo trabalho. Esse é meu objetivo maior”, declarou o cantor.

Marcelo também agradeceu ao seu amigo Thalles nas redes sociais. “Foram dias abençoados ao lado de vocês! Obrigado pelo carinho, amor e aliança! Amamos você e sua família.  O CD sairá cheio da presença do Espírito Santo de Deus, obrigado pela produção Top”, finalizou.

O projeto segue em suas gravações e nas próximas semanas serão divulgadas as previsões de lançamento e shows.




Fonte: Ricardo Costa - Assessoria de Imprensa

Giro Gospel: Confira as últimas do meio gospel

NOVO DISCO DE ROSE NASCIMENTO SAIRÁ EM MARÇO

Com participação especial de Robinson Monteiro e Marcelo Nascimento, o novo CD/DVD de Rose Nascimento intitulado "Tente Um Pouco Mais" já está em fase final de produção. A gravação ocorreu em setembro de 2014 no Glorifica Litoral (Evento realizado anualmente em São Sebastião-SP).

A previsão é que o projeto seja lançado em março pela gravadora Som Livre.


GISELE NASCIMENTO PREPARA NOVO DISCO

Quase dois anos após o lançamento do disco "O sonho não acabou" produzido por Tuca Nascimento e lançado pela MK Music, chegou a hora da cantora Gisele Nascimento lançar um novo projeto.

Paralelo aos compromissos do "Trio Nascimento" formado por ela, Michelle Nascimento e Wilian Nascimento, Gisele já fechou o repertório do novo disco solo e deve iniciar as produções em breve. 

O público espera um disco na mesma linha pop/pentecostal do anterior. O clipe da música "O sonho não acabou" foi um sucesso e já se aproxima da marca de 2 milhões de visualizações no youtube.


VEM AÍ "A FLECHA"

No último domingo (25/01) o cantor Eduardo Schenatto divulgou a capa do seu novo disco pop/pentecostal intitulado " A Flecha". A capa foi construída pelo designer Leandro Prado da Agência Observ Design. Confira:


O projeto conta com a produção de quatro produtores conhecidos do meio gospel: Ronny Barbosa, Adilson K. Rodrigues, Rafael Andrade e Juninho Andrade. Aguarde!




Vitrine Gospel



quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Wilian Nascimento prepara novo disco!


Conhecido pelo talento nato e por fazer parte de uma das famílias evangélicas mais famosas do Brasil, Wilian Nascimento conquistou o carinho das pessoas, sendo elas cristãs ou não.

No último dia 21, o site da gravadora MK Music anunciou que Wilian já está em fase de preparação do seu novo disco. Geralmente o cantor lança discos seguindo o estilo pentecostal/pop e isso tem dado muito certo.

"Estou aqui no estúdio da MK Music apresentando as novidades deste projeto e mostrando um pouco da gravação dos vocais. Fiquem ligados, porque os preparativos estão começando e vem muito mais por aí". Afirmou Wilian.

Esse será o quarto projeto do cantor pela gravadora. Os primeiros discos "Lugar mais alto", "Deus vai agir" e "Levanta a voz" obtiveram uma boa aceitação do público fazendo com que Wilian se firmasse de vez no mercado gospel, sem falar também da coletânea "Falando de amor" que trouxe lindas canções românticas na voz do cantor e é um sucesso!

Aguardem mais novidades em breve!



Vitrine Gospel


Giro Gospel: Confira as últimas do meio gospel

PREGADOR LUO É DESTAQUE NA INTERNET
 
Pregador Luo é rapper, paulistano, líder e fundador do grupo Apocalipse 16 com mais de 25 anos de carreira. Na internet, Luo é um fenômeno: ultrapassa a marca de 50 milhões de visualizações no Youtube e milhares de seguidores no Twitter, Facebook e Instagram.
 
Em 2014, o Pregador Luo apresentou aos seus seguidores um fato que marcou a sua história: assinou contrato com a Universal Music Christian Group. Pensando na importância do público que acompanha a carreira de Luo na internet, a gravadora publicou no canal oficial no You Tube diversos planos para 2015 (http://bit.ly/1CgYDyt) e o novo álbum do Pregador Luo foi citado. O artista já está produzindo seu novo álbum.

 
MK MUSIC COMEÇA 2015 COM PREMIAÇÕES 


A MK Music está em festa e muito grata ao Senhor. O ano de 2015 começou com muitas bênçãos e premiações. CDs e DVDs foram certificados pela ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Disco). Aline Barros, Fernanda Brum, Anderson Freire, Kleber Lucas e Flordelis irão receber os prêmios pelos projetos:

DVD DE OURO - Anderson Freire - Essência
DVD DIAMANTE - Aline Barros & Cia 
DVD DE OURO - Fernanda Brum LIberta-me
DISCO DE PLATINA - Anderson Freire Raridade (Playback)
DISCO DE PLATINA - Aline Barros Extraordinário amor de Deus (Playback)
DISCO DE OURO - Flordelis - A Volta por Cima
DISCO DE PLATINA - Kléber Lucas - Coletânea Som Gospel 

Parabéns aos cantores!

QUATRO POR UM DIVULGA A CAPA DO NOVO DISCO



Deixa o Céus Descer, novo álbum da banda Quatro Por Um, já está em fase final de produção e preparativos. A MK Music divulgou com exclusividade a capa deste projeto. A repercussão nas mídias sociais foi imediata. O CD já está na fábrica

Todos ainda mais ansiosos pela estreia. Gostou da novidade? Então, aguarde por este CD tão especial para o ministério de Duda Andrade, Klev Soares e Valmir Bessa.

Você também pode conferir como foi a audição e aprovação do trabalho pela diretora artística Marina de Oliveira.Acesse o canal oficial da gravadora no Youtube. Deixa o Céu Descer, mais um lançamento MK Music para abençoar sua vida com muito louvor e muita adoração!



Vitrine Gospel
Fonte: Universal Music / MK Music


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Análise Musical - Deus no Controle - Eyshila

Olá irmãos. Estou feliz de estar com vocês mais uma vez para outra análise. Hoje faremos a análise do álbum "Deus no controle" da cantora Eyshila. O álbum foi lançado em novembro de 2014, foi produzido por Paulo César Baruk. É seu décimo terceiro trabalho solo.
Eyshila começou a cantar com 15 anos de idade, cantou na década de 90 no grupo Altos Louvores, e também no grupo Voices. Possui várias canções popularmente conhecidas pelo público evangélico e também composições que abençoam multidões. Apesar de não ser uma cantora considera do ramo "pentecostal", suas canções são cantadas por toda e qualquer igreja e"Deus no Controle" é mais um desses álbuns feitos para abençoar vidas. Bem, vamos lá.





A faixa 1 é "Lugar de Vida" (Eyshila) introduz o disco com uma canção de voz e piano belíssima, simples, curta e de perfeita adoração a Deus. Porém, essa música tem uma frase que causa em mim um desconforto. Na letra da música, a palavra casa refere-se à nossa vida, logo, nosso vida é uma casa. casa de cura, casa de benção, e convidamos a Deus para vir o Teu reino sobre a nossa "Casa" (vida). E no fim, a letra diz que: "E a minha casa está autorizada a prosperar." Teologicamente, essa frase não faz sentido algum, e nos remete à ideia de "determinar", "autorizar" o agir de Deus sobre nossas vidas, como se Ele, dependesse de uma palavra nossa para agir. Enfim, a música é bela mas me causa um desconforto por essa frase.
"Deus no controle" (Eyshila e Liz Lanne) é a faixa 2 . É a faixa título do álbum, traz uma bela mensagem. O ser humano é naturalmente preocupado com o que vem depois, e desde os tempos antigos a Palavra de Deus nos diz para descansar em Jesus, porque cada dia tem seu mal. A música tem um refrão legal, com um arranjo bonito, tem como frase-chave "No controle, Deus está" e de fácil memorização. Mas não acredito ser uma faixa de destaque. 


"De Tal maneira" é a faixa 3. É a faixa de maior destaque. É uma belíssima canção que traz o tema mais importante da Terra: o amor de Deus. "Por que Deus amou o mundo de Tal maneira, que deu Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nEle crer, não pereça mas tenha a vida eterna." João 3.16. Ela ministra a canção sobre esse tema, levando a profunda adoração a Deus à igreja. É uma canção de fácil memorização.

A faixa 4 é "Simplesmente te adorar" (Eyshila). Canção belíssima sobre o nosso desejo de adorar. Por vezes, a alegria na presença de Deus é tão grande e intensa que queremos esquecer de tudo e simplesmente adorar a Deus. A música tem destaque com a presença do violoncello, guitarra e teclado nos arranjos. Falta-se músicas assim hoje em dia, que levam a igreja à verdadeira adoração.




A faixa 5 é "Deus ainda me ama" (Eyshila). A música começa com uma breve introdução instrumental, em seguida o Coral Resgate canta o refrão da música. A estrofe tem pequenas intervenções do Coral, e a mensagem da música, que apesar de sermos falhos e pecadores, o Senhor nos ama incondicionalmente. A música recebe acréscimo da hino da Harpa Cristã "Oh porque Jesus me ama, eu não explicar/ Mas a ti também chama, pois deseja te salvar". Depois disso, a música tem outra parte que poderia ser outra canção em outra faixa, belíssima, e a música é encerrada dizendo "Jesus, como eu te amo".

A faixa 6 é "Tão profundo". A música tem participação de David Quilan e fala sobre o amor de Deus. Tem um arranjo bonito, com uma batida bem legal, bem estilo "american christian", mas tem um refrão que não é tão interessante, apesar do tema ser muito bonito. Acaba não sendo uma faixa de destaque, mas ainda assim, uma adoração a Deus genuína. 

A faixa 7 "Me derramar" é uma versão da música "Pour out my heart" do grupo musical Vineyard, que tem seu grupo também no Brasil. Eyshila propõe uma nova versão para a música, com um arranjo diferente do original, mais contido, apostando nos timbres e efeitos, embalado. Curti bastante esse roupagem da música.








A faixa 8 "Que Darei a Ti?" (Eyshila) tem a introdução com a guitarra, violão e baixo em ostinato, enquanto a voz propõe a letra e melodia. "Que darei a Ti, Senhor" é uma canção de agradecimento por todos benefícios que nos tem feito. O refrão começa a citar os nomes pelo qual Cristo é pronunciado na Bíblia. O ostinato instrumental aparece em vários momentos da canção, propondo uma espécie de movimentação. O back vocal sustenta a música enquanto a voz apresenta breves ministrações.

"Transformada" é a faixa 9, que conta a participação de Cassiane. É uma canção que deve ser cantada por mulheres. Mulheres que oram, mulheres que buscam, mulheres que buscam a Deus, mulheres que desejam transformadas todos os dias para serem cada vez mais cheias do poder Deus. O arranjo é bem simples, mas é uma canção de impacto. A participação de Cassiane traz uma impetuosidade para a canção.


A faixa 10 é "Filho, Volta" (Eyshila) tem uma introdução com violoncello e piano, é uma canção em primeira pessoa, como Cristo nos dizendo que acredita em nós, nos pedindo para voltar para Sua presença. É uma música intimista, onde o violoncello e o paino e a voz fazem o casamento perfeito para a canção. Na segunda vez do refrão, os instrumentos de base entram para criar mais massa sonora à música. Depois disso, o piano sola e então entramos no retorno ao tema principal da música, que com a bateria cria um retorno triunfal com back vocais e todos os instrumentos, e no fim, abruptamente, sobra apenas voz e piano e cello no final.

A faixa 11 é "Quanto amor" é a faixa que tem a participação de Paulo César Baruk. A introdução é feita por violão e controlador de midi. Na segunda vez da estrofe inicial, as cordas preenchem a música. A música é esplêndida, com letra linda, arranjos bem construídos, em diálogo com a harmonia geral da música. A música sofre uma modulação mais confortável para a voz de Eyshila. Eles fazem um dueto com a melodia da música, e retornam ao tom inicial, alternando entre primeira e segunda voz. Isso sim é um dueto!







A faixa 12 é "Mulher Vitoriosa" (Eyshila) é uma canção dedicada a despertar o valor da mulher e sua verdadeira missão na Terra. Todas as mulheres são verdadeiras guerreiras, e seu futuro é sempre conquistar e assumir o lugar de vitoriosas. O arranjo é simples, mas a letra ganha destaque nessa faixa.

A faixa 13 é "De Tal maneira" (Eyshila) é uma faixa bônus, que é basicamente a mesma da faixa 3. A mesma melodia, mesma letra, porém, feita para outro momento. O momento de celebração, onde as palmas, as danças cabem para adoração a Deus. E não é por menos que tal faixa foi escolhida para ser repetida: é a faixa destaque do álbum.

Bem, essa foi mais uma análise. Eyshila sempre surpreende pelas belas composições e têm a sensibilidade de construir letras que levem a congregação a adorar a Deus sem preocupar se sua música fará ou não sucesso. Talvez restem poucas adoradoras como ela hoje no meio evangélico. E só para enfatizar esse ponto: Eyshila também pode ser considerada sim uma cantora pentecostal, pois o verdadeiro avivamento vêm da profunda sinceridade de coração e da palavra avivada pela Palavra de Deus. O resto é barulho. Que Deus continue abençoando o ministério da Eyshila. Até a próxima pessoal!



Vitrine Gospel
Por: Max Michel Alves

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Eliane Lopes do Renascer Praise lança seu primeiro álbum solo



Eliane Lopes é conhecida por fazer parte do Ministério de Louvor Renascer Praise. Sua voz se destacou nas canções "Espero em Ti", "Novo Dia, Novo Tempo", “Milagre no Altar” e "Andando sobre as Águas". Porém neste ano, ela se dedicou a um novo rumo em seu ministério,  lançando o seu primeiro CD solo. O álbum homônimo com selo independente, traz músicas inéditas de composição própria e de amigos, como Oséas Silva, a Bispa Sônia Hernandes e de seu marido Gabriel Lopes, e conta também com uma regravação da música "Poder da oração", gravada no Renascer Praise 16. A produção ficou por conta de Oséas Silva e Ebert Bispo.

A música de trabalho se chama "Vou descansar", uma composição de Eliane Lopes, Oseas Silva, Cinthia Bispo e Ebert Bispo . A canção versa sobre o que a cantora vem passando neste momento e o que ela quer passar a todos que ouvirem. "Em um mundo tão complicado e apressado, o que nós realmente precisamos aprender é viver um dia de cada vez, lançando sobre Jesus essa ansiedade que nos rouba do futuro e descansar no Senhor. Viver um dia de cada vez é o segredo pra se viver em paz", declarou a cantora.

Por  conta do trabalho de seu marido, Eliane irá se mudar para o Chile, mas continuará em divulgação no Brasil, e deseja continuar com os projetos do Renascer Praise.

O disco já está a venda no iTunes e nas melhores lojas. Ouça aqui o Single "Vou descansar".


Vitrine Gospel
Por: João Célio Martins

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Análise Musical: No Olho do Furacão - Lauriete


Olá irmãos! Mais uma vez estamos aqui para analisar mais um lançamento de uma das cantoras mais conhecidas no meio evangélico: Lauriete. Capixaba, tem 44 anos de idade, possui mais de 25 cd's gravados e suas canções são conhecidas no gênero pentecostal. Hoje, faremos a análise de seu último trabalho "No Olho do Furacão". Temos recebido muitos pedidos por essa análise e esperamos que vocês apreciem. Nossa análise é baseada em aspectos musicais, espirituais e busca abranger todos os aspectos que perpassam a produção do trabalho.

Lauriete possui uma voz inigualável. Agrada a alguns, desagrada a outros, afinal, escolha por timbre acaba sendo uma questão de opinião mesmo, até porque seu timbre é marcante, seja qual for a opinião. Já escrevemos anteriormente uma matéria sobre classificação vocal, e encontraremos lá que Lauriete é o que se pode classificar como um tipo de soprano que possui a potência pela sua configuração fisiológico ímpar (aqui, lembramos que o Criador nos fez diferentes uns dos outros para que pudéssemos ser úteis no seu serviço da maneira como fomos chamados), ou seja, uma soprano que aguenta todos aqueles agudos sem se esforçar! E veremos alguns desses momentos neste álbum.





"No Olho do Furacão"  é seu trigésimo álbum, foi lançado em dezembro de 2014, com a produção de Samuel Ribeiro, antigo guitarrista da banda Sinal de Alerta. Em entrevista ao jornal A Tribuna, ela afirmou que foi o marido, Magno Malta, que escolheu o título do trabalho. " É impactante, forte, tem uma mensagem espiritual atual. Lembrando que marinheiro bom a gente conhece com o mar bravo. Eu gostei do apoio do meu marido e senti mesmo que a música toca mesmo no coração e na consciência de muitos cristãos." Ainda prossegue :"É simples, mas direto, que mostra a coerência do título do CD".


A faixa 1 é "Igual Não Há" (Anderson Freire) já introduz o álbum lindamente. Lauriete traz uma música com o toque pentecostal, com introdução de trompas, back vocals e bateria em tom marcial; na entrada da voz, a melodia e letra ganham destaque e os instrumentos recuam para a sustentação da base harmônica. A faixa tem um arranjo simples, mas a  composição ganha destaque exatamente pela simplicidade. O sucesso da faixa depende da dosagem de destaque que é dado aos elementos que a constituem e nessa faixa está adequadamente equilibrado. Dou destaque à parte C da música: "E outro igual não há, e outro igual não há...", traz um grande apelo congregacional, como se fosse o chavão que fica na memória depois que a música acaba, o que é super bacana numa música. A letra se propõe a dizer sobre a singularidade do nosso Deus. Outro igual não há!


A faixa 2 é "No Olho do Furacão" (Pedro Lancaster), discute sobre a nossa capacidade de louvar a Deus em meio aos problemas ou "no olho do furacão", e afirma que é assim que Deus conhece aquele verdadeiro adorador. É uma canção simples também, mas que com a simplicidade faz jus ao título do álbum. O destaque é dado ao refrão e à voz de Lauriete. Eu, pessoalmente, não conheço muitas mulheres capazes de cantar faixas tão agudas assim.

A faixa 3 é "Mergulhar" (Sivaldo Almeida). Essa faixa me pareceu um pouco confusa. Não a letra, mas a forma como o arranjo foi encaixado. É como se eu ouvisse quatro músicas diferentes. A introdução não se conecta bem à primeira parte, a segunda estrofe parece outra música, a terceira da mesma maneira e a quarta é um cântico clássico "Eu Navegarei". Eu consigo ver grande potencial em todas as partes, mas não como conjuntas de uma mesma canção. O back vocal ganha destaque nessa faixa, e metais também. A composição nos convida a mergulhar numa profunda experiência com Deus. 





A Faixa 4 "O Grande Dia" (Junior Maciel e Josias Teixeira) é mais uma das belas faixas de Lauriete sobre arrebatamento da Igreja. Lauriete é reconhecida por ter canções sobre o tema popularmente conhecidas como "Eu vou subir", "Ele vem", "Dias de Elias", "A volta do Rei" e outros. É uma das faixas de destaque do álbum. A faixa começa com uma introdução majestosa de metais e vocais, com a entrada da voz e teclado, a segunda parte da estrofe vai trazendo mais instrumentos, arranjos, e mais letras em uma melodia. O refrão modula para outro tom e é o grande destaque da faixa. Em seguida, tem uma breve declamação, gravações diversas simulando o dia do arrebatamento. A faixa que tem a parte C é bem fácil, e tem um espetacular Fá agudo que Lauriete canta (poucas possuem essa nota). A música sobe meio tom. A faixa tem grande apelo congregacional, podendo ser aprendida por conjuntos de igrejas diversas, apesar de ser aguda e poucos darem conta de cantá-la. 

A faixa 5 "O Dono do Universo" (Pedro Lancaster) é uma das minhas favoritas, apesar de não ser destaque do álbum. É super simples, letra bem direta, verdadeira adoração a Deus, sem muito lirismo e transmite exatamente o que deveríamos ser: amigos de Deus. Arranjo simples. Ela começa com uma guitarra com som distorcido, na entrada da voz os instrumentos recuam para dar destaque à letra da música. Lauriete ainda se mantém tradicional na hora de escolher repertório e isso é bom, porque inovar no usual é para poucos. 

A faixa 6 é "Fiel até o Fim" (Denise Yamamoto). Se analisarmos essa faixa fora de todo álbum é sim uma boa faixa, mas não dentro desse trabalho. O tema sobre ser fiel a Deus apesar de tudo foi cantado em "Vale a pena ser fiel" e é bem diferente dessa faixa. A letra da canção é belíssima, mas a escolha dos temas melódicos não se encaixa tão bem quanto a outras faixas, os arranjos estão bonitos e valorizaram a canção. 

A faixa 7 é "Casa de Amor" (Anderson Freire). Essa faixa merece destaque e quero falar um pouco sobre o tema dessa faixa. Por algum tempo já, percebemos que muitas composições se baseiam em trazer destaque para o sofrimento do cristão, para suas lutas e provações, ou às vezes, se limita a dirigir bençãos e chuvas de prosperidade para sua vida, seu trabalho, e seus relacionamentos, mas essa faixa vai na contramão de tudo que tenho ouvido. O cristão é perseguido? Sim. O cristão sofre problemas ou angústias? Sim. Mas existe nessa faixa uma profunda revelação de Cristo. Anderson Freire usa a passagem de Mefibosete para figurar quantas almas hoje perecem no mundo por falta de "Casas de Maqui". Nos distanciamos do verdadeiro propósito da nossa vida que é torná-la uma oferta agradável de adoração a Deus e que a partir do amor de Deus plantado em nós, tragamos esperança e vida aos que necessitam de amor. Que paremos de bater no peito, ter orgulho de dizer que somos crentes de igreja A ou B. Quando assim dizemos, nos limitamos a fazer parte de uma religião. Jesus não é religião. Que aprendamos com Anderson Freire e Lauriete: mais "Casa de Maqui" e menos "religião". 




A faixa 8 "Meu Herói" (Marcos e Mateus) é uma faixa dedicada ao pai de Lauriete, Sr. Joaquim, o grande incentivador do seu ministério faleceu nos último ano e ela dedica essa faixa ao seu pai em forma de agradecimento a Deus pela vida que ele teve. Uma reflexão para todas as famílias nesse momento...

A faixa 9 "Ressuscitou" (Eduardo Schenatto). Tem uma introdução bela, com um arranjo simples. Com a primeira estrofe, os back vocals fazem breves intervenções no desenvolvimento da música, desembocando ao refrão cantando "Ressuscitou". É uma faixa muito bonita, mas não traz nada de muito novo e possivelmente não atrairá muita atenção. A canção fala sobre a ressurreição de Jesus e que Ele vivo está! Aleluia. 

A faixa 10 "Colo do Pai" (Júnior Maciel e Josias Teixeira) é uma bela canção que fala sobre a nossa condição miserável enquanto homem diante da soberania de Deus e Sua misericórdia. O homem que quiser vencer deve confiar apenas em Deus, fora disso será seu fracasso. É uma canção de adoração a Deus. Simples, porém, singela. Essa faixa tem o teclado com efeitos em vários momentos, que traz uma boa possibilidade de timbre para tirar a monotonia instrumental. 

A faixa 11 "Paulo e Silas" (Marcos e Mateus) é uma das faixas destaques do álbum. Tem um apelo a arranjos simples e antigos e o fato de ter sido feita em compasso ternário, que é pouco usado, dá uma singularidade à faixa. A introdução densa de metais encoberta a sensação e é feita em compasso composto. Bruscamente a música altera para compasso ternário, a sensação de desconforto nesse trecho é perceptível, mas é uma sensação boa e ela está em consonância com a própria letra. Enquanto Paulo fala, o ritmo se mantém carregado, denso, pesaroso. Quando Silas fala, muda para um ritmo quente, alegre e vivo. Ah essa canção tem um arranjo lindo! Tem a introdução do Hino da Harpa Cristã "A mensagem da cruz". O diálogo de Paulo e Silas prossegue dizendo que eles sentiam algo diferente na prisão: sem dúvida era a intervenção de Deus! E o arranjo musical acentua todas esses diálogos e falas. É uma belíssima canção. 





A faixa 12 "Conquista" (Jonatas Santos). A introdução é belíssima. Tem o piano, com as cordas em diálogo, melodia bem desenhada. Com a entrada da voz, a música parece mudar para outra idéia. Essa canção parece ter muita letra para cada melodia. Pentecostal né! A letra é bonita, o arranjo também, mas não parecem terem sido feitos um para o outro. 

A faixa 13 é "Depois do Mar" (Eduardo Schenatto). É uma canção que fala sobre a fé que precisamos ter que a nossa vitória está nos aguardando depois do mar, aqui figurado como nosso tempo de provações. É uma faixa meio enjoadinha, mas é questão de gosto. Letra bonita, arranjos convincentes, mas não traz nada de muito novo. 

A faixa 14 "Quando as Lutas vem" (Pedro Lancaster) é a última faixa do álbum. Começa com a voz de Lauriete e teclado em strings, acompanhando-a. O arranjo dessa faixa é criativo, mas as palavras não parecem encaixar tão bem. A música ganha uma força quando é convertida em ritmo de forró, mas a letra ainda deixa a desejar. Alguns leitores podem gostar, então, é questão do gosto mesmo, mas não é uma das melhores faixas do álbum.

Esse álbum procura manter o estilo pentecostal, sem inovar muito nos estilos, nas letras e nos traz um álbum "básico" com destaque para as canções "Igual não há", "O Grande Dia", "Paulo e Silas" e principalmente, "Casa de Amor". Essa última merece muitos aplausos! 

A mixagem do álbum não é das melhores que eu já ouvi. Tenho a sensação de um som completamente abafado, mas mesmo assim Lauriete ainda assim continua a produzir excelentes trabalhos, prova disso é que o álbum já conquistou disco de ouro pela marca de 65 mil cópias vendidas em menos de 01 mês.

Que Deus continue a abençoando Lauriete grandemente como tem feito nos últimos anos. Espero que vocês tenham curtido nos acompanhar nesse álbum! Conto com a sua opinião abaixo. Até a próxima pessoal!



Vitrine Gospel
Por Max Michel Alves

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Confira o Clipe "Nossa canção" de Gabriela Rocha e Leonardo Gonçalves


A cantora Gabriela Rocha acaba de lançar em seu canal no Youtube seu novo clipe. A canção escolhida foi a "Nossa canção". Uma composição de Tiago Arrais (da dupla Os Arrais) que fala sobre o querer do verdadeiro cristão, de que o trono de Deus se estabeleça em tudo que fizermos "Lança ao pó nossa glória, faz o Teu trono em nossa canção".  A música faz parte do mais novo trabalho intitulado "Pra onde iremos?", produzido por Jorginho e Daniela Araújo. Além da cantora, a canção traz a participação especial do cantor Leonardo Gonçalves, que também participa do clipe que foi gravado em Belo Horizonte na direção de Alex Passos. Confira!



Vitrine Gospel
Por: João Célio Martins

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Flordelis grava participação no programa "A hora do Faro"



Depois da emocionante participação de Bianca Toledo, chegou a vez da cantora Flordelis representar o povo de Deus no programa "A hora do faro" de Rodrigo Faro. A cantora esteve com o apresentador, em uma reportagem especial contando detalhes de sua vida e de seus 55 filhos. Juntos eles passaram pela Central do Brasil, mais especificamente no Terreno Baldio onde achou sua primeira bebê com 15 dias de nascida, no lixo. E depois passaram por onde houve a chacina. "Como sofri, lembrar dessa tragédia não foi fácil..." comentou a cantora. Depois Flordelis levou o Rodrigo Faro para sua casa onde mostrará a ele e ao Brasil o que ela tem de mais precioso, que segundo ela é a sua "grande família". "Cantei A volta por cima com meus 55 filhos", declarou.
O programa irá ao ar neste domingo (18/01) na Record a partir das 15 horas. Fique ligado!
Veja fotos da gravação:





Vitrine Gospel
Por: João Célio Martins


Postagens mais antigas → Página inicial